Resenha: As Vantagens de Ser Invisível

19:37


Ainda nem terminei de ler esse livro, estou na metade, mas precisava muito escrever sobre ele. Sabe, estou sofrendo mais do que nunca daquela síndrome que dá quando você lê um livro e começa a agir/pensar como o personagem. Minha amiga me alertou sobre isso, ela também ficou assim. E sobre a vontade que dá de provar maconha. O livro é tipo um diário em cartas, e achei isso muito criativo. Ele é um garoto puro, inocente. Da pra justidicar as atitudes impensadas e imaturas dele, que acho que são o único defeito. Queria que as pessoas fossem mais Charlie as vezes. Sinto que elas estão perdendo seu melhor lado. É tão fofo como ele se sente culpado por pensar na Sam "Daquele jeito". É fofo até quando ele descobre o que é masturbação. Ele descreve e fica animado. É como se tivesse descoberto sua pequena fonte de alegria. E ele se sente culpado por isso. Estou dando spoilers? Bom, que seja, mas não estou dando as respostas pra algumas certas perguntas. 

Em um pequeno resumo do livro (socorro, esqueci o nome que se dá a isso), posso dizer que o Charlie é um garoto inocente que esta começando a tentar "participar" da vida. Ele tinha uma vida, mas muitas coisas aconteceram. E ele também vê o mundo de uma maneira muito especial. É bom pensar como o Charlie. Ou não. Estou escrevendo como ele! Como faz para parar isso? 

Bom, estou amando o livro, recomendo MUITO. Ainda não vi o filme, quando fizer isso vou dar minha opinião aqui, mas avaliando a das outras pessoas, o livro e os atores que estão nele, minha opinião com certeza não será diferente. 

Posts relacionados

0 comentários