Crônica: O Drama

12:44

Era um dia normal de aula no 8° ano. Alguns alunos prestavam atenção a monótona aula de português, outros conversavam desesperadamente como se não houvesse amanhã, nem intervalo, e alguns conversavam aos cochichos. O mais normal o possível, até que o assunto dos cochichos foi revelado. O coordenador entrou na sala furioso, pois havia recebido uma reclamação de um aluno daquela sala de que havia sido vítima de um ato muito grave. Alguém sairia seriamente punido dali. A investigação começou. Todos viraram "detetives" e começaram a investigar o ocorrido. Qualquer um poderia ser o culpado. O clima de suspense e tensão se espalhou pela sala, assim como o de desconfiança. Ninguém confiava em mais ninguém. Todo mundo desconfiava de todo mundo. Afinal, qualquer um poderia ser o culpado.

Uma pessoa se entrega, mas não é pelo que fizeram ao aluno, mas por outros motivos relacionados. Essa pessoa também havia feito algo muito grave, não ao tal aluno, mas ainda grave. Mais pessoas enrascadas. Menos um suspeito, mas ainda havia outros, e as suspeitas sobre eles cada vez mais fortes. O clima cada vez mais tenso... Como vai terminar essa história? O aluno, o sofrido aluno, que tivera seu nome escrito em uma carteira com insinuações de que ele seria homossexual, e a outra pessoa, que apenas escrevera declarações com coraçõezinhos a suas melhores amigas. Gravíssimos atos. O que acontecerá a eles? E ao tão procurado culpado? Bom, isso nós saberemos nas próximas aulas...

Posts relacionados

0 comentários