Resenha: The Hobbit

18:21



A trajetória de Bilbo Bolseiro, que enfrenta uma jornada épica para retomar o Reino de Erebor, terra dos anões que foi conquistada há muito tempo pelo dragão Smaug. Levado à empreitada pelo mago Gandalf, o Cinza, Bilbo encontra-se junto a um grupo de 13 anões liderados pelo lendário guerreiro Thorin Escudo-de-Carvalho.A jornada leva-os a terras traiçoeiras repletas de Goblins e Orcs, Wargs mortais e Aranhas Gigantes, Transmorfos e Magos. Embora o objetivo aponte para o Leste e ao árido da Montanha Solitária, eles devem escapar primeiro dos túneis dos goblins, onde Bilbo encontra a criatura que vai mudar sua vida para sempre, Gollum. A sós com Gollum, às margens de um lago subterrâneo, o despretensioso Bilbo Bolseiro não só descobre sua astúcia e coragem, mas também ganha a posse do "precioso" anel, que está ligado ao destino de toda a Terra-Média, de uma maneira que Bilbo não pode imaginar.

Sobre: 

Dou 4 estrelinhas pra esse filme. Muito bom, muito mesmo. Você nem precisa ter lido ou assistido os outros livros da saga Senhor dos Anéis, porque essa é uma história a parte, um que aconteceu antes daquela toda. Gostei muito do filme, não sabia como era só decidi assisti-lo porque li ótimas críticas sobre ele. A Gabriele me contou um pouco sobre a história da saga, mas como já disse, ela não é necessária. A parte ruim é que é um pouco cansativo, fiquei decepcionada quando as luzes acenderam e soube que ia ter continuação (sim, será uma trilogia!), mas quando sai do cinema descobri que tinha passado 3h lá dentro. Recomendo muito,  ainda mais em 3D que foi como eu assisti, e se você for ver não se arrependerá! 

Posts relacionados

0 comentários