Resenha: Fazendo Meu Filme 4

19:49

Quando peguei nesse livro e me dei conta de que seria o último de uma série tão querida, o sentimento de tristeza me invadiu quase de imediato. Confesso que fiquei com um pouco de preguiça de ler, mas a história é tão envolvente e cheia de reviravoltas que depois de algumas páginas eu não conseguia pensar em mais nada além de ler aquele livro para sempre. Pena que tudo tem um fim, especialmente as melhores coisas. São 605 folhas contando com o anexo com os filmes de onde foram tiradas as falas no início de cada capítulo. Essas falas, um diferencia dos livros que eu sempre gostei bastante. E das capas sempre lindas. Mas o que mais gostei mesmo foi da divisão do livro em partes, uma da Fani, uma do Leo, as duas alternando entre presente e passado em cada capítulo, e a terceira parte estava no presente e alternava entre os dois, dando ao leitor uma visão mais ampla da história. Tudo para torna-la cada vez mais envolvente, para a gente sofrer no final, porque sabemos que não terá outra continuação.

Fani não sabia o que a aguardava em Los Angeles, nem muito menos o rumo que sua história tomaria, ela apenas estava disposta a esquecer o passado e alcançar seus sonhos que antes pareciam inalcançáveis. Depois de tantas reviravoltas em sua vida, a nossa sonhadora predileta embarca em uma aventura fantástica na terra do cinema para cursar a faculdade que tanto sonhou. Depois de cinco anos, quando já era uma cineasta com um futuro brilhante pela frente e amigos verdadeiros que nunca a abandonaram em todo aquele tempo, Fani pensava que o lançamento do seu primeiro projeto seria um marco na sua vida, o dia mais importante de todos. Ela não poderia estar mais enganada. Mas quando iria adivinhar que todos os fantasmas do passado voltariam a preencher seus pensamentos? Quer dizer, mais do que já preenchiam. E na verdade, bastava um fantasma só. Um com covinhas na bochecha que havia ficado perdido em algum lugar do passado, mas que agora estava lá, na porta da sua casa. E é claro que como sempre, alguma coisa teria que atrapalhar.

Não tem como não se apaixonar pela história da Fani e do Leo. Uma paixão que enfrenta mil barreiras por 4 lindos livros e que mesmo assim continua forte apesar da distância, do tempo, ou das lembranças ruins. União entre cinema e música, a garota mais sonhadora e o menino mais fofo do mundo. Duas pessoas que acabam seguindo caminhos tão diferentes, mas ainda sim continuam tão ligadas. É fantástico ler as aventuras da Fani em Hollywood, ver como ela cresceu durante os 5 anos e as coisas que ela aprendeu. O Leo, apesar de não ter tido grandes aventuras e descobertas continuando no Rio, conseguiu seguir a carreira jornalística que sempre desejou, mesmo não estando muito satisfeito com sua vida. Poderia até escrever um parágrafo todinho para cada personagem, porque eu realmente me apeguei ou criei ódio mortal por cada um deles, mas são tantos, e não vale a pena dar spoiler. Portanto apenas digo: Para alguém que adora um bom romance, Fazendo Meu Filme 4 é simplesmente maravilhoso. 



Posts relacionados

0 comentários