Metas para 2014

16:14


Hey! Então, ano novo e tal, já fiz um post até sobre isso, mas agora é sobre algo que está presente em todos os janeiros: as metas para o ano novo. Aquela lista enorme de metas que você cumpre uma ou duas e o resto vai empurrando para o ano seguinte ou simplesmente desiste. A Superinteressante tem uma lista de conselhos para não seguir. Eu tenho os meus. Aqui estão algumas das metas que vou tentar (foco no -tentar-) cumprir.

Ler todos os livros da meta de leitura para 2014
Quer preencher seu tempo com algo útil: leia. Lavar louça também serve, mas fico com a primeira opção, obrigada. Fiz um Cronograma de Leitura para os primeiros meses do ano, não sei se vou seguir essa ordem, mas tentarei. Tenho uns onze livros aqui em casa, meus e de mainha, que ainda não li. Vou ganhar mais de vinte de aniversário. É, tá foda. Mas eu espero que dê tempo ler todos e fazer boas resenhas sobre eles aqui no blog ;)

Não acreditar tanto em horóscopos 
Eu já fui meio ligada nessas coisas (teve uma época que eu até "aprendia" a ler mãos), lia horóscopo todo dia e sabia decorado algumas coisas sobre os signos #vergonhadopassado. Eu tinha uns doze anos, queria deixar claro (tenho quinze menos alguns dias, sim, fez diferença). Tá, até que eles acertam em muitas coisas, pelo menos pra mim, mas não é porque os astros dizem que vai acontecer que vai mesmo acontecer. Todo ano meu horóscopo diz que vou encontrar o amor: tô até agora esperando. Não adianta ficar esperando o que o horóscopo disse que iria acontecer, fazer o que ele mandou, seguir a vida de acordo com isso. Vá viver, por favor. Muito mais do que a inclinação dos astros, sua vida depende da sua força de vontade para realizar seus planos. 

Deixar 2013 em 2013

Esta lista cita modinhas de 2012 que deveriam ficar em 2012. Já estamos em 2014 e ainda vejo isso por aí. Tá, é exagero mesmo, mas tem coisa que não tem mais graça mesmo. Os Maias ficaram para trás mesmo, ninguém mais fala de fim de mundo, por exemplo. Sneakers finalmente saíram de moda, ô sapato feio, parece aquelas botas imobilizadoras, mas ainda tem gente que usa. Vampiros, ah, isso pode deixar, TVD é vida, o que poderia ser deixado de lado são os zumbis porque já deu né? Desinteresse das pessoas em lutar pelo futuro: isso nunca vai mudar, sempre vão ter aqueles que vão tirar nota boa ou não no enem, que vão ir bem ou não na universidade/escola, isso depende de cada um. Só queria deixar claro a diferença entre CDF e Nerd: CDF é aquela pessoa muito estudiosa, Nerd é, bem, ah é tanta gente querendo pagar de nerd que já até perdeu o sentido, na boa. Bigodes e Keep Calm parecem ter sido superados. Duckface, há, um dia deses achei o Facebook de uma garota que a cada 10 fotos, 11 eram fazendo biquinho (SÉRIO), não dá pra entender que é feio? Já o MSN, que era bom, morreu, sobraram os substitutos. 
Essas foram as modinhas que já vieram de 2012, e as que nasceram em 2013? "Ta no face" "To", a própria Miley Cyrus (diva pfvr), "Rei do Camarote", e tantas outras. Achei uma lista neste site. Ok, são engraçadas, foram, mas muitas precisam realmente ficar no passado. 

Dedicar meu tempo a pessoas e atividades que realmente importam 
Sabe quando você vira o ano e começa aquilo de analisar a sua vida? Pois é. De uns tempos para cá venho pensando nas pessoas que me cercam e no que eu faço da vida. Eu tô sem fazer nada o dia todo, só faço comer, arrumo nem minha cama (eu jogo a colcha por cima e de longe dá pra pensar que tá ajeitada) porque passo o dia nela, enfim. Eu precisa fazer algo de útil. E se continuar nesse sedentarismo vou morrer, o problema não é nem corpo, é saúde mesmo. Também passei a analisar minhas amizades. Algumas eu não gostaria de levar em 2014. É, acho que é bom parar e pensar na própria vida de vez em quando. 

Ver todos os filmes da meta de cinema para 2014
Já viram a quantidade de filmes esperados para esse ano? Planejo ir ao cinema todo mês. Até agora já vi Confissões de Adolescente e O Hobbit, gostei muito dos dois. Aí vem Divergente, A Culpa é das Estrelas, A Esperança Parte 1, mais alguns ótimos filmes nacionais. Não sou louca de perder. 

Cumprir metas ainda dos outros anos 
O que eu disse sobre ficar acumulando as metas que não consegui no ano anterior? Pois é. Tem coisa pendente desde 2012. Algumas metas mudaram, é claro, meus sonhos não são mais os mesmos de dois ano atrás, mas outros continuam de pé. Acho que a meta numero agora não vai ser nem encontrar o amor ou finalmente terminar um livro: é ter mais força de vontade.

Não criar expectativas demais

A melhor coisa que tem é não ficar criando planos demais para depois não quebrar a cara. Apenas viver. O problema é que não dá para não criar expectativas sobre o futuro, a gente sempre espera algo e, na verdade, se a gente não espera é porque tem algo de errado. Mas eu adoraria criar porcos ao invés de expectativas, que tenho de monte: no fim, com porcos, eu não quebraria a cara porque teria bacon. Bacon > Decepções. Porque apesar de eu não comer bacon, parece que todo mundo ama, então seria tipo Porcos ---> bacon = dinheiro = felicidade. Sim, dinheiro trás felicidade porque pode comprar minha passagem para Europa ou me permitir ter todos os livros que eu quisesse. Bem-vindo a minha matemática. 

Aproveitar
Depois de força de vontade, essa tem que ser a meta número 2. Por motivos óbvios, eu só vou viver 2014 uma vez (é claro, dã), então mesmo que não seja, preciso tentar fazer com que este seja o melhor ano de todos. Depois fazer isso com 2015 e assim por diante. Tenho que viver o agora. Mesmo com todos os planos, não adianta ficar esperando muito do futuro, tem que fazer. Então é isso que eu quero em 2014: viver. 

Posts relacionados

0 comentários