Crônica: Fotografias

21:47


Certo dia estava eu, pensando em dias futuros que vão vir, uma hora ou outra, eles estão aqui, esperando pra bater na nossa porta. Pensei em como vou estar aonde vou estar, e, principalmente, com quem vou estar. Pensei que uma parte do meu presente ficou pra trás quando alguém me deixou, assim como uma parte de meu futuro, já que essa pessoa estava em meus planos. Eu fiquei olhando algumas fotos tiradas recentemente, fotos de três meninas que estavam sedentas por um futuro imprevisível e cheio de sonhos, e pensei que um dia talvez posso mostrar essas mesmas fotos para minhas filhas, dizendo que essa são suas madrinhas, ou talvez que eramos inseparáveis, mas a vida nos fez tomar rumos diferentes. Eu pensei no que eu queria para minha vida, nos meus sonhos, nos lugares que eu quero ir. Pensei em como isso ia me distanciar de meu presente até ele virar um passado bem distante. Pensei no meu futuro, que nem se tornou presente e já virou um passado. Eu olhei de relance para o porta retrato recém pendurado em minha parede e vi como as pessoas mudaram em apenas quatro meses, que dirá daqui há quatro ou cinco anos, querendo ou não alguém, pode não ser eu, no final vai ser apenas uma foto esquecida no fundo de uma caixa, ou um contato numa rede social ultrapassada que ninguém mais usa, quem sabe um dia essa caixa caia e você reveja essa foto ou adicione essa pessoa numa rede social nova.

No fim, eu só tive certeza de uma coisa: a vida é agora, as pessoas vem e vão, com ou sem motivos aparentes, não podemos deixar de viver, então tenha certeza pro presente e deixa seu futuro pra um eterno amanhã, porque quem sabe, ele não comece hoje e você nem perceba...

Posts relacionados

0 comentários