Uma carta para mim há 5 anos

12:25


Um dia desses vi no Sernaiotto um post de "Uma carta para mim mesma há 10 anos" e achei muito show. Resolvi fazer o mesmo, só que para meu-eu de 5 anos antes, porque sou muito nova (tenho 15) e há 10 anos ainda era praticamente um projeto de gente né. Então isso é o que eu gostaria de me dizer e é algo bastante pessoal, mas eu fiquei sentimental de verdade falando sobre meus amigos, o que faz o texto importante para mim, ou seja, escrevi com o coração. Topa fazer o mesmo? Se fizer, adoraria ler. 

   Letícia, 

Você tem 10 anos, está na metade do ensino fundamental, lidando com situações ruins e uma paixonite por aquele garoto que, sinto muito, nunca dará bola para você. Até me pergunto como você é capaz de aguentar as coisas ruins que lhe dizem, ser tão sozinha e ainda afirmar que é uma garota feliz. Desculpe-me por estragar a surpresa e dar mais uma má notícia: sua melhor amiga vai se mudar no fim do ano seguinte e com os anos você vai perder contato com 90% das pessoas com quem fala, o que de certa forma é algo muito bom, porque essas suas companhias definitivamente não te fazem bem. Mas relaxa, as coisas vão melhorar e essa solidão vai passar. Quando você mudar de sala vai descobrir pessoas maravilhosas que mudarão sua vida, mesmo que demore um pouco para perceber. Você finalmente vai fazer amigos de verdade e que realmente te gostam (af fico até sentimental falando disso, eu os amo tanto).

A parte legal da sua vida vai chegar, a adolescência vai ser -quase- bacana, mas não será um mar de rosas, tenha certeza. A vida vai ser um pesadelo em diversos momentos e você ainda fará muita besteira, inclusive, será muito boa em fazer isso. O conselho é escolher melhor suas companhias, certo? Uma dia conseguirá aprender. Ah, e você vai começar a sonhar muito e muito, vai correr bastante atrás desses sonhos, porém vai quebrar a cara também, apenas aguarde. Só que essa já é uma história específica e eu não vou dar spoiler sobre o final (: As bad vibes virão com força em várias horas, a gente gosta de se fazer de durona, anti-mimimi, que não chora e não se abala, mas é tudo de fachada mesmo. Além disso, não se engane quando a pensar que em cinco anos você estará bonita, com um namorado e sendo muito amada. Ainda terá cara de criança (é uma droga), forever alone (expressão antiga, masok) e, bom, a última parte é verdade pfvr.

Aparecerão para preencher seus dias (e destruir sua -pouca- paciência) algumas pessoas especiais. Uma garota extremamente inconveniente, que tem uma sincronia muito louca com a sua mente e mede meio metro de altura. Terá uma menina que fala pelos cotovelos a qual você sentirá vontade de sufocar com um travesseiro às vezes. A Rainha do Mimimi que será tão guei, mas tão guei, que o nome dela será sinônimo disso. Um idiota, chato, criança, cor-de-papel que você ainda vai empurrar da escada da escola num dia de estresse. A viciada em jogos e coisas de virjão que vai te tirar do sério frequentemente. E uma sem futuro empenhada em te levar para o mal-caminho, e sem volta. Você vai ama-los, ou pelo menos na maior parte do tempo. 

Sabe, tudo vai mudar bastante. Não só as pessoas ao seu redor, o mundo ou a sua situação nele. As mudanças mais significativas vão estar aí dentro (e por fora, porque começar a arrumar o cabelo e a sobrancelha fará um bem danado). Você nem sequer será mais Letícia! Quase todo mundo vai preferir te chamar pelo primeiro nome, Ana, mesmo que por muito tempo você goste mais do segundo. Mas tenha certeza de que as mudanças que vão rolar serão para melhor, ou assim espero. 

Estou te assustando? Ah, é claro. Eu sei que você não irá entender nada disso ainda, por ser muito jovem e ingênua, mas um dia tudo vai fazer sentido. Bom, atualmente ainda sou muito jovem e ingênua, e me pergunto quais conselhos e novidades o meu-eu daqui a 10 irá me dar. Com certeza ela vai brigar muito comigo, porque eu ainda vou fazer muita besteira, sobre isso não há dúvidas. Mas não temo, então não tema também. Eu nem vou te alertar sobre todos os erros que você vai cometer porque, por mais que eu me arrependa, eles serão necessários. Apenas se cuida. E vê se não exagera nas tosquices no orkut que você vai criar em alguns meses. Além de ser sempre só você mesma, claro.

  Só mais um detalhe: sabe aqueles livros fantásticos sobre um garoto bruxo, uma escola e muita magia que seu primo te presenteia? Então, você nunca mais vai parar de ama-los, isso te fara um viciada em leitura e você vai encher muito o saco da sua mãe (trate-a bem) falando sobre isso o tempo todo. Ok, sem spoiler. 

  Com amor, 
  Ana, a que você se tornará, seja isso bom ou ruim. 

Posts relacionados

0 comentários