Resenha: Will & Will

14:10


Will & Will não foi um livro que eu comprei com o pensamento de que "é do John, e ainda em parceria com David, então deve ser ótimo". Como a maioria dos meus livros, eu dei uma olhadinha na sinopse e na livraria mesmo, comecei a devorar o livro e só aceitei sair de lá quando terminasse o primeiro capítulo. Nesse dia, tinha em minhas mãos a versão com a capa azul. Um tempinho depois, voltei naquela mesma livraria e logo de cara fui procurar o livro - bem costume de pobre, não tem dinheiro pra comprar o livro, fica indo na livraria pra saber o que acontece no próximo capítulo. Dessa vez, quando achei o "Will & Will", dei de cara com a capa prateada. Bem, a história era a mesma então não me importei com isso, não ia mesmo comprar o livro. E então meu pai ligou para falar com minha irmã e, um tempo depois, lá vem ela com a seguinte história: "papai disse que vai botar um dinheiro na conta pra cada uma comprar um livro". E começou meu dilema. Capa azul ou capa prateada? Se eu pudesse, teria todas as edições de todos os meus livros amados, com todas as diferentes capas. Depois de um momento de reflexão, escolhi a prateada por ser diferente. Quer dizer, parei pra pensar e tenho um monte de livros com capas azuis, mas nenhum com capa prateada. Levei. Amei.

 Tudo começa com uma pergunta: "Quem é você?". Já imaginou se você perguntasse isso a alguém e, como resposta, a pessoa dissesse o seu nome? Bom, foi exatamente isso o que aconteceu com Will Grayson. Vamos logo para a sinopse, aquilo que me fez querer devorar esse livro.

 "Amor adolescente, intriga, raiva, sofrimento e amizade. Tudo isso temperado com doses maciças de comédia. Prepare-se para o universo de Will & Will. E para pérolas de sabedoria que vão mudar sua vida... Ou pelo menos aumentar seu número de amigos no Facebook.
 Em uma noite fria, em uma improvável esquina de Chicago, Will Grayson encontra... Will Grayson. Os adolescentes dividem o mesmo nome. E, aparentemente, apenas isso os une. Um Will é amigo do mais expansivo gay de sua escola. O outro precisa explicar à sua própria mãe sua orientação sexual.
 Mas, mesmo circulando em ambientes completamente diferentes, os dois estão prestes a embarcar em uma aventura de proporções épicas.


 O mais fabuloso musical a jamais ser apresentado nos palcos politicamente corretos - e tediosos - do ensino médio. Uma produção que promete ser tão cult quanto este romance."

 Esse livro é absolutamente inacreditável e surpreendente. Você simplesmente não acredita quantos rumos diferentes a vida pode tomar, até ler esse livro. As coisas se desenrolam de um modo totalmente inesperado, e é incrivelmente fácil diferenciar um Will do outro quando se está lendo, porque são personalidades diferentes. Autores diferentes, modos de escritas diferentes. É o tipo de coisa que te faz amar um livro. O tipo de coisa que me fez amar Will & Will e cada um de seus personagens. Ao contrário do que pode-se acabar pensando ao ler a sinopse, não é um livro que fala sobre homossexualidade. É um livro que fala sobre pessoas, sobre amor, e sobre destino, de um modo tão divertido quanto um livro deve ser. É um livro totalmente diferente dos outros livros do John, tirando as características próprias da escrita do autor, por isso acaba indo contra as expectativas de algumas pessoas. SIM, eu super recomendo. Mas é uma leitura que deve ser feita de cabeça aberta, e não com 348293473 de expectativas - aliás, toda leitura deve ser assim, não rotulemos os autores.


Editora: Galera Record
Número de páginas: 348
Autor: GREEN, John
Estrelas: 4,0




Posts relacionados

0 comentários