Texto dos leitores: Mande seu texto

22:57


Texto de Tábata! Ela saiu do blog há um tempo, mas como já dissemos mil vezes, vocês podem mandar de boas os textos para o blog, porque a gente aceita e posta se estiver legal. Tá aqui o email: cacadoradegalaxias@hotmail.com

Você foi a última vez que fiz isso. Agora que me dei conta, tive que me fazer parar de imaginar coisas, coisas que nunca deveria ter pensado de você. Você que continua me puxando para mais perto, e mais para baixo. E não sei mais o que eu quero. Pensei que estivesse segura, e que fosse forte o bastante para me manter em pé. Mas não consigo ao menos controlar meu cérebro. Continuo imaginando coisas impossíveis e criando cenas nunca encenadas que não saem da minha cabeça.

Que tipo de poder você tem, que me controla a cada instante? E que acha que sua dor nunca vai me atingir? Eu vou manter meus olhos em você, e te observarei a cada segundo, analisarei seus passos, julgarei seus atos, seus pensamentos eu tentarei descobrir, seus amigos eu irei conhecer e sua família será a minha, só para garantir que não me atinja. E toda a química que eu nunca suportei, será útil.

Meus átomos complementaram os seus até que cheguem ao seu limite, e quando isso acontecer, você vai pensar que me ama e que nada de ruim vai poder acontecer, mas os átomos se perdem, e levam o amor que você achou que um dia existisse. Não chore, meu amor, tudo vai melhorar. A dor é passageira, e você vai se acostumar.

Tábata Araújo 

Posts relacionados

0 comentários