Crônica: Ande na linha

11:35


Eles estão de olho em você, então é melhor andar na linha. Siga as regras deles, repita suas palavras, ria das suas piadas estúpidas. Você não quer que te virem a cara, por isso prefere virar a cara para você mesmo. É mais fácil assim, todos concordam. É difícil lidar com o mundo quando ele não te considera parte dele. Então monte seu personagem e sobreviva a esse jogo. Uns acreditam que quem aguentar mais a pressão vence, mas na real, no fim não existe ganhadores.

Todos os dias vocês olha em volta da sua vida e checa se está tudo em "ordem". Depois as redes sociais te contam que as vidas das outras pessoas também estão, e ainda melhores. A TV te diz que você deveria comprar isso, e a sua vizinha fala de uma tal banda da qual você deveria gostar. Suas novas metas se tornam ir a lugares tão bons quanto os seus conhecidos naquelas fotos, comprar produtos legais que nem os da propaganda e ouvir todos os CD's daquela banda da moda.

Te dizem para seguir um estilo. Só esse grupo social usa esse tipo de roupa. Para ganhar esse título, é preciso assistir tais filmes e ler tais livros. Você nem sabe se gosta deles, mas lhe parece legal gostar. Se alguém toma certa atitude ganha um rótulo para ser lembrado. Se essa pessoa tem um rótulo ela não pode participar de todas as comunidades, existe sempre alguma que não vai aceitá-la. Mas qualquer sacrifício é válido para se sentir incluído.

Você se encara no espelho e se pergunta se está dentro dos padrões. Ossinhos no ombro aparecendo, gordurinha entre as pernas inexistente, sorriso branco, cabelo liso, cintura fina e a tal da barriga negativa. Você se preocupa se não está de acordo com isso, porque vai ter sempre um para te olhar torto nos olhos bem no ângulo que vai acabar entrando e atingindo sua alma.

Ainda sim você acredita que está livre. É tão bom o mundo de hoje em que as pessoas podem fazer o que quiserem! Você, uma marionete reprimida que troca vontades por uma ilusão de paz. Isso não é liberdade. E a consequência de pôr a venda nos olhos é a escuridão, viver sozinho com esse vazio dentro de si, sabendo que as coisas poderiam ser mudadas mas sem coragem para tentar. Não ache que é diferente, porque todos a sua volta estão querendo ser também, mas na verdade seguem o mesmo caminho. 

Eles estão de olho em você, que também serve de vigia para eles. Julgando os outros enquanto julga a si mesmo. Uma competição de juízes que na verdade já estão todos condenados. Sorrindo uns para os outros precisando sentir que não estão sozinhos. Mas sem enxergar que na verdade estão mais perdidos do que nunca.


Postado por: Ana Letícia

Posts relacionados

0 comentários