A beleza não machuca, palavras sim

21:07


Acredite em mim: não confie no que os outros dizem sobre você. Já reparou no quanto as pessoas adoram dar palpite sobre você, especialmente sobre seu corpo? "Nossa, como tá cheinha" alguém comenta, sem se tocar que o alvo pode gostar de ser como é ou ficar totalmente destruído com aquela frase. E é ainda pior: esse tipo de intrometimento negativo na vida de alguém é mascarado como "é apenas uma opinião". Bom, todo mundo está consciente de seu próprio corpo, não é preciso que alguém lhe diga ou não sobre como está, nem se deve mudar ou não. Comentários assim são simplesmente ruins, porque não há nada de construtivo nisso. Por que, em vez de comentar sobre o peso da moça, a pessoa não a lembra de que seus olhos são lindos? 

Existe muita gente com autoestima baixa por aí. Geralmente as pessoas costumar trabalhar para mudar isso. Umas recorrem a receitas de beleza, mudam hábitos alimentares, encontram um esporte, fazem mudanças ousadas no cabelo, reciclam o guarda-roupa. Outras simplesmente começam a tentar se olhar com outros olhos e conseguem se aceitar do jeito que são. Ainda tem aquelas insuportáveis (por favor, não seja assim) que se depreciam nas redes sociais para ganhar elogios. Mas tem sempre aquele tipo frustrado que recorre a pior maneira de elevar a própria autoestima: reduzir a dos outros. 

Têm pessoas que gostam de lembrar aos outros os seus defeitos para assim poderem esconder os próprios, ou sentir que os seus são menores. Assim elas sentem uma ilusão de satisfação consigo mesmas, mas, na verdade, sua atitude não beneficia a ninguém. E o outro se sente diminuído e pressionado a ser do jeito que aquela pessoa sugeriu. Então surge outras opiniões e esse sujeito nunca estará feliz com seu corpo, porque não pode agradar a todos.

É importante ter consciência sobre si mesmo para decidir se precisa mudar ou não, sem depender dos outros. É claro que a saúde sempre deve ser levada em consideração, porque não adianta ser belo se não é saudável. 

Também é preciso saber que é OK se sentir insatisfeito com algo em sua aparência e que é bom mudar. O que não é bom é ficar neurótico com isso. Nem adianta querer resultados imediatos quando não se é possível ter. Por exemplo: não dá para começar uma dieta (saudável, viu?) num dia e querer ver mudanças na mesma semana. Tudo na vida é um processo, certo? Perder ou ganhar peso também é. 

Não acredite nas revistas de beleza também. Tem gente que simplesmente ganha dinheiro para ser bonito. Além disso, se até a "rainha do mundo" Beyoncé já foi acusada de usar Photoshop, imagina o que deve rolar com o resto dos mortais? Além do mais, a mídia destaca tipos específicos de beleza, mas existem muitos. Então não adianta seguir a regra. 

Acredite em mim: você precisa acreditar em você mesmo. E fazer os outros acreditarem em si próprios também. Policiar as críticas depreciativas e deixar só o que há de construtivo e, principalmente, aqueles comentários que arrancam sorrisos. Mas isso com sinceridade, ok? 

A verdadeira beleza é a que te faz bem. Nada além disso. 

Postado por: Ana Letícia

Posts relacionados

0 comentários