Eu amo tudo que se resume em “você.”

14:49

“Eu gosto de você. Eu gosto quando me olha e solta um sorriso. Eu gosto quando encara minha boca. Eu gosto quando me chama de “sua”. Eu gosto quando me faz rir. Eu gosto que me chama de boba. Eu gosto quando briga comigo. Eu gosto quando discute por ciúmes. Eu gosto quando me pede desculpas. Eu gosto da sua cara de sono. Eu gosto quando me elogia. Eu gosto quando me chama de sua “princesa”. Eu gosto quando me protege. Eu gosto quando me apoia. Eu gosto quando seca minhas lágrimas. Eu gosto quando me cuida. Eu gosto quando me toca. Eu gosto quando passa seu dia todo comigo. Eu gosto da sua voz toda mansa com sono. Eu gosto quando me tira do sério. Eu gosto quando me beija. Eu gosto quando me acolhe em seus braços. Eu gosto quando me protege do frio. Eu gosto do seu perfume em minha roupa. Eu gosto quando brinca comigo. Eu gosto quando me provoca. Eu gosto do seu jeito todo bobo. Eu gosto quando ri. Eu gosto da sua safadeza. Eu gosto da sua boca. Eu gosto quando me observa. Eu gosto do seus ombros. Eu gosto de te irritar. Eu gosto de te beijar quando fica bravo. Eu gosto quando me faz juras de amor. Eu gosto quando diz que sou a “única” em sua vida. Eu gosto quando me entende. Eu gosto dos seus olhos. Eu gosto quando entrelaça as suas mãos nas minhas. Eu gosto quando me enche de beijos no rosto todo. Eu gosto quando me acaricia. Eu gosto quando meche nos meus cabelos. Eu gosto quando solta sua gargalhada escandalosa. Eu gosto quando diz que sem mim você não seria nada neste mundo. Eu gosto quando sussurra malícias em meu ouvido. Eu gosto quando acaricia minhas costas. Eu gosto quando ameaça a me beijar. Eu gosto de sua boca viajando ao meu corpo. Eu gosto quando me da sermões. Eu gosto quando fica brabo comigo. Eu gosto quando sorri. Eu gosto quando me pede em casamento. Eu gosto quando me assusta. Eu gosto quando diz que me ama. Eu não só gosto, como amo tudo que á em você.”

SIM!, mais uma maravilhosa quote do tumblr que eu adoraria ter escrito antes de quem escreveu. Pois é... Não sei quem é o autor (autora, pelo visto) desse, mas merece um abraço por tirar toda a gayzisse do meu coração e colocar nas palavras.




Posts relacionados

0 comentários