Todas as duvidas e preocupações de uma jovem que não era pra ter duvidas ou preocupações nessa idade

14:52


Você já teve algum daqueles momentos que  tudo que você conhece desmorona ou é simplesmente uma grande mentira sem nexo algum? Algumas vezes na vida percebemos quão só estamos - às vezes nem estamos - , mas simplesmente não sabemos diferenciar as frutas boas das podres. Tem horas que o medo vence, e a coragem já é uma amiga distante que fica pra trás na sua jornada pela sua sobrevivência. Algumas horas levantamos um muro em torno de nós mesmos, que ninguém consegue penetrar, algumas vezes esse muro nos isolam do resto do mundo. Algumas vezes as pancadas que a vida nos da são ilusões que o destino coloca, muitas vezes ele nos prega peças pra nos testar, pra saber o quão preparados pra vida em sociedade. Bom, eu não me sinto preparada pra uma vida em conjunto com um mundo, Eu nunca sei como as pessoas vão agir, isso me deixa apavorada, eu nunca sei me defender, as vezes eu só esqueço que eu posso ter escudos, mas eu os ergo inconscientemente.

Eu tenho medo de ficar só no mundo, que o futuro, no final, seja a solidão, e que toda sua vida foi um teste, pra saber o quão estamos preparados pra o destino cruel que nos aguarda na porta de casa. E se todos os laços que passamos a vida construindo e fortalecendo forem simplesmente sumir algum dia? Eu não me sinto preparada pra isso, eu não me sinto preparada pra sociedade, eu sinto que eu já não sei mais de nada, que as certezas da vida não existem. Eu sinto que ao olharmos para  outros estamos esperando demais, estamos sempre na espreita que alguém faça algo extraordinário. O que não é bem assim.

Viver em sociedade acaba sendo complicado demais pra mim, não viver em sociedade em si, mas entende-la, acho que socióloga é uma carreira totalmente sem futuro pra mim.

Eu espero muitas coisas da vida, que eu não pare de tentar, que apesar da vida tentando me derrubar eu consiga levantar e não pare de aprender com as rasteiras, saber que a vida toda é cheia de alegrias e tristezas. Que mesmo uma pessoas me magoando muito eu possa perdoa-la e aprender com os erros dela, mas que eu não seja tola, que eu a perdoe, mas saiba que algumas pessoas nunca mudam, mas que a vida tem a habilidade de mudar algumas. Que eu tenha tolerância, tenho esperanças que consiga respirar e me acalmar. Na verdade, a vida não tem nada a ver com as minhas esperanças e sonhos, acho que uma parte de mim gostaria de culpar a vida pelos meu erros e os erros de outras pessoas, mas eu estou consciente o suficiente pra saber de minhas responsabilidades e minhas ações. Acho que um dia todas as minhas duvidas e perguntas serão respondidas, e todas as esperanças confirmadas ou negadas. Pelo menos eu espero.

Posts relacionados

0 comentários