Ano novo, cidade nova, vida nova

17:25

Essa foto é em um lugar mais afastado da cidade e foi escolhida porque: reparem no bichinho.

Bom, cá estou. Ultimamente não tenho escrito tanto, e ainda tive a má educação de não fazer um mero comentário sobre o amor que a Ana exalou naquela carta-post. Fazem (hoje, 10/01) 16 dias que estou aqui, o coração ainda está assimilando a ideia de que não é uma viagem de férias, por isso esse leve afastamento. Primeiramente, Ana, publicamente digo que te amo. Não se acostume. Obrigada. E, a vocês, prometo voltar com tudo agora que as coisas estão melhorando.

Como a Ana falou no post sobre as fotos do parque, janeiro é o mês de férias. As dela já estão para acabar, mas no meu caso é uma frase bem literal, minhas aulas começam apenas em fevereiro. É uma coisa ótima quando se tem o que fazer, mas como ainda não comecei as aulas, não conheço ninguém da minha idade, e a cunhada do meu irmão (que tem 16), está viajando e só chega bem pertinho do começo das aulas dela. O que fazer com esse mês vago? Brincar de turista. Enquanto a vida de verdade ainda não começou, e o coração, como eu disse, ainda está com um pouquinho desse sentimento de que é uma viagem passageira, nada melhor do que aproveitar isso e cair de cabeça nos pontos famosos da cidade.

Nos últimos 2 anos e meio, eu me apaixonei pelas pessoas de Natal e pelo modo como a cidade funcionava. Cada célula do meu corpo ama absolutamente cada pedacinho da minha cidade natal, cada tijolinho de Brasília mora no meu coração. Mas sou obrigada a admitir: Curitiba está no topo das cidades mais bonitas que eu já conheci. Ainda é cedo para fazer uma análise completa, mas as poucas pessoas que eu conheci foram bem legais e acolhedoras, e em sua maioria, bem educadas. Já sobre a cidade, desconsiderando o povo ou a maneira como as coisas funcionam fora do período de férias, eu já tenho um bocado pra dizer. Nunca vi tantas árvores ou flores em um área urbana. E é isso o que mais me encantou, e é o que pretendo enfatizar aqui. Mas para quê ficar de bla bla bá se eu posso mostrar a vocês? Ah, como eu amo essas vantagens da tecnologia!

Passeio Público. Gente, eu nunca tinha visto um pelicano antes *-*
Passeio Público. Não sei o que é essa coisa que tinha no parque, mas achei tão bonito. <3 hsuhass


Bosque do Papa. Garanto que mais pra frente vocês irão se deparar com vários textos feitos lá.

Passeio Público.

Jardim Botânico. Gente, essa estufa é linda demais, pode estar na tua frente que tu ainda não acredita que ela é real.

Passeio Público. Lá tem pedalinho também, mas como fui em dia de semana, tava bem morgadinho.

Shopping Estação. Isso faz parte do museu ferroviário que fica na entrada do shopping. MUSEU DE TREM NO SHOPPING!!

Sério, cara, tipo, isso é um flamingo. <3

Eu amo essa foto, simplesmente.
Bom... Por enquanto são essas, porque foram os lugares em que eu desci para conhecer melhor (peguei aquele ônibus de turismo de dois andares, foi show), e a internet não ta colaborando para que eu coloque mais fotos. Quem sabe mais pra frente! E que venha Curitiba...


Posts relacionados

0 comentários