Esteja bonito às 19h00

15:14


Eu ainda nem tinha aberto os olhos, mas já sabia que tudo tinha voltado ao que era antes. Acho que cheguei a essa conclusão por causa da porta do banheiro batendo, ou talvez tenha sido o “anda, JP, levanta esse corpo molenga da minha cama”. Não sei, mas já sabia. Levantei sem dizer muita coisa, peguei minhas coisas, e com um suspiro extremamente profundo, fui até a Lu e dei um beijo no rosto dela, pronto para ir pra casa e começar tudo de novo, quando ouvi meu nome sendo chamado.

“Oi, Lu”

“Esteja bem arrumadinho aí na frente às 19h”

“Pra que?”

“Hoje você não vai só de motorista. Precisa sair um pouco de casa, então vai pra festa com a gente, e vai pra ficar.”

Olhei para ela outra vez, tentando entender o que estava tramando, e estando finalmente acordado, eu realmente a vi. Cabelo molhado, vestido rosa (quase do tamanho de uma blusa) e botas igualmente rosadas, com salto. Ela estava completamente sem maquiagem, céus, como essa garota é bonita. Eu queria olhar nos olhos dela e dizer que não mudaria nada em quem ou como ela é, que tudo que eu queria é que ela pare de se afastar. Mas, né. Então apenas pergunto:

“Nós?’’

“Sim, a Carol vai encontrar comigo no parque e depois vamos vir para casa, nos arrumarmos.  Então nós três iremos a uma festa. Você, porque eu ando tentando salvar sua vida social. A Carol? Bom, precisa ter o coração salvo, ninguém merece o tanto que ela ta sofrendo por causa daquele menino. Luiz, Lucas, sei lá o nome. E eu, bom, eu não perco nenhuma das melhores festas, não é?”

“É, não perde mesmo. Ah, Lu, acho que não to muito a fim de ir”

Eu não queria nem um pouco ir. Quer dizer, não sou masoquista, então não curto muito sair de casa para ver a Luana com outros caras – consigo ver da minha janela.

“Você não tem opção. Às 19h. Esteja bem bonito.”

Então ela saiu do quarto e me deixou com uma cara meio de panaca (meio panaca? Panaca e meio né?).  E o que eu fiz? Bom, obviamente eu saí também e fui para minha casa, afinal... É, afinal eu tinha compromisso às 19h.


O Nome dela Era Luana, e eu sinto mais joguinhos vindo por aí. 



Posts relacionados

0 comentários