DE: Tuane de 16 | PARA: Tuane de 21

17:16



Olá internet, Ana há um tempinho atrás fez um post escrevendo uma carta pra ela mesma de cinco anos atrás, eu gostei da ideia, mas eu não quis fazer o mesmo. Vendo um vídeo da linda Jout Jout eu tive uma ideia: Fazer uma carta pra mim com 21 aninhos, ou seja, daqui cinco anos (eu não irei fazer de 10 porque o post da Ana foi de cinco e eu sou copiona, beijos). Eu pretendo ler isso daqui com 21 em algum momento e ver o quão patética eu estou nesse momento (ou não, sei lá), e me responder certas perguntas. Aqui vai para mim mesma:

“Querida Tuane,

Pergunta do século: Você finalmente encontrou paz com seu corpo e parou de querer emagrecer sempre 5 kg? Eu espero que você tenha amadurecido nesses cinco anos e parado de chorar por toda dificuldade que você encontre. Você parou de ligar tanto pra opinião alheia? Espero que sim, nesse momento você está passando por uma dificuldade com isso e sofrendo bastante. Você já está na faculdade, né? Espero que esteja e fazendo algo que goste, se não eu vou aí pra te bater. Você aprendeu a gostar de alguém de um modo saudável ou é ainda aquela doente de sempre? Tomou coragem pra parar de tomar refrigerante? Já fez as três tatuagens que você queria fazer? Tomou coragem pra viajar sozinha? Conseguiu enfrentar seu medo de altura? E o de bicicleta? Ah, e a aposta com a Carol? Espero que a gente tenha ganhado.

Vamos parar com as perguntas e vamos para as contestações (vamos fazer uma carta bonitinha cheia de palavras difíceis). Nós com 16 anos achávamos que a vida seria mais fácil com 21, espero que esteja sendo, mas tenho quase certeza que não está. Nossa mãe até ano passado insistia em dizer todos os dias pra aproveitar cada fase da vida, cada gostinho proporcionado por cada idade, ela está certa, apesar da nossa dificuldade em admitir isso. Falando nisso, como vai seu orgulho? Já aprendeu a lidar com as pessoas? Amiga, pra ser de humanas você precisa aprender. Eu espero que esteja tudo bem e que suas sobrinhas estejam te dando trabalho como estão agora, espero que nós tenhamos um homem na família agora, ta foda. Seu pai fez quatro filhas e na hora dos netos tem duas meninas.

Aprendeu a se comunicar já? Ou ainda ta nessa de ter medo de falar? Eu me repito todo dia que falar é uma dádiva que só nós humanos temos e a gente não aproveita isso, mas eu não consigo mudar, você conseguiu? Espero que o andamento da sua lista esteja ótimo, caso contrário é um momento perfeito pra voltar a fazê-la. Espero que o plano de vida de morar com Ana e Babi em Floripa tenha dado certo, você precisa disso. Caso não tenha dado eu espero que você esteja feliz como está. Pare de se cobrar tanto (essa mania a gente nunca vai perder), você não tem que abraçar o mundo, deixa ele te abraçar de vez em quando.

Pare de achar que tudo que acontece no mundo é sua culpa. Não é. Você tem que entender que algumas coisas estão simplesmente fora do nosso controle, não ache que é tudo por algo que você fez errado. E pare de culpar seu corpo, sua personalidade ou suas ações. Você é perfeita assim, espero que já tenha aprendido isso. Agora (apesar do que você escreveu) você ainda duvida muito disso.

Espero que não tenha parado de nadar, você não gosta de admitir, mas te faz um bem danado. Já encontrou o senhor bofe escândalo? Já aprendeu a tocar alguma coisa? Já parou de se cobrar sobre encontrar algo que você seja boa de verdade? A gente parou de ser tão autocrítica e perfeccionista? E as meninas? E você? Está feliz? Está rindo com essa carta e respondendo tudo mentalmente e rindo? Eu espero que sim, isso quer dizer que você está feliz consigo mesma, é só isso que a gente procura há 16 anos. Não espere por ninguém pra tomar o primeiro passo, não pare com essa mania de escrever por tudo, é uma boa mania. Seja feliz, só isso mesmo. O resto a gente pode se preocupar depois.
Com carinho,

Você mesma.”

Postado por: Tuane Peres


Posts relacionados

2 comentários

  1. Que lindo, espero que tudo o que você espera aconteça... bjs

    ResponderExcluir