Desabafos

16:37


Eu poderia escrever um texto enorme, com um milhão de linhas sobre os meus defeitos e como eu, desesperadamente, os odeio. Mas não vou, não por um milhão de motivos, mas principalmente porque eu não quero e porque não quero dar esse gostinho para algumas pessoas.

Não, esse não é um texto sobre aceitar a si mesmo, porque eu simplesmente não me sinto bem pra isso e decidi escrever um pouco sobre... Bem, sobre mim, mas pode ser sobre você, sua prima, sua tia, sua melhor amiga ou sua pior inimiga, pode até ser sobre aquela garota “esquisita” da sua sala que não gosta de falar e prefere ficar na dela. Meu ponto é: Ninguém é feliz, saltitante e sorridente 100% do tempo

Eu não lido bem com a rejeição. Na verdade, eu acho que eu não lido bem comigo mesma e quando alguém me rejeita, qualquer um, é como se essa pessoa estivesse confirmando todas as coisas ruins que eu penso sobre mim mesma. Eu não sou nenhum tipo de pessoa de coragem e atitude, se você gosta de mim e está esperando por mim pra dar o primeiro passo, não espere. Desista. Eu prefiro ficar na dúvida se alguém realmente gosta de mim do que arriscar 50% de chance de rejeição.

Pode ser errado o fato que eu não me arrisco. Sim, é. Mas é difícil lidar com rejeição sendo eu e tendo os pensamentos que eu tenho sobre mim mesma. É apenas complicado pra caramba, eu sou complicada pra caramba. Na verdade, o mundo todo é complicado, então você que está lendo isso não devia estar me julgando (e você está eu sei). Você aí também tem suas complicações, talvez não tantas quantas eu ou talvez até mais. O fato é que ninguém tem o direito de me olhar feio por algo que eu fiz, deixei de fazer e, principalmente, por quem eu sou.

Eu, na verdade, não sei lidar com muitas coisas porque não sei lidar comigo mesma. Por eu não saber lidar comigo mesma as pessoas acabam tampouco sabendo lidar comigo. Acho que por isso a rejeição.


Postado por: Tuane Peres


Posts relacionados

0 comentários