PTM: Remember, I Will Always Love You

12:30




Era só um desses dias normais, só mais um dia qualquer, como todos os anteriores e futuros dias foram e seriam. Até que, quando a noite caiu, a música mudou e os fones passaram a transmitir uma série interminável de lembranças. Whitney Houston me pegou desprevenida, e quando me dei conta, não importava mais o horário do ônibus, ou a ansiedade de chegar logo em casa para ver o sol se por. Não me importava com o menino bonitinho do outro lado da rua me olhando, nem o velho triste e sozinho sentado no banco da praça. Foi como se eu tivesse entrado em estado de choque, e a única coisa no meu corpo que funcionava parecia ser a parte do meu cérebro que armazenava nossa história. "So I go, but I know, I'll think of you every step of the way". 

A voz de Whitney soa como se meus pensamentos tivessem sido musicalizados. Você entende, não é? É capaz de entender por que tomamos esse rumo? Por que eu tomei esse rumo? É como diz a música, se eu ficasse, estaria apenas no seu caminho, e você merece mais! Sempre mereceu. Mas, por favor, não se engane, não pense que saímos dessa magoados. Ao menos, eu não saí.

 "bitter sweets memories, that's all i'm taking with me". Há muito nós nos amamos, e prometemos, e juramos, mas não tomamos consciência de que no futuro não se manda. Fomos inconsequentes, jovens, inocentes. Eu juro que consigo me lembrar de cada maldita doce palavra dita. Nós nos amamos tanto. 

"And I wish you joy and happiness, but above all this, i wish you love". Eu sempre quis o melhor para você, e aqui, agora, distante e sem ter notícias suas, meu desejo para com sua felicidade apenas ficou maior. Maior, maior e maior, porque na minha mais sincera opinião, nem toda a felicidade do mundo seria o suficiente para você, porque eu realmente acho que mereces mais. Mais, mais e mais. Mais paz, mais felicidade, mais um copo de uma boa bebida gelada... Mais amor, por favor, para o rapaz ali naquela casa. 

Eu sinto sua falta. Sinto sua falta desde o primeiro adeus. Sinto falta de mim quando estava com você. Sinto falta da sua voz cortando o silêncio da madrugada, e o esforço para controlar meu sorriso quando olhava sua foto. Sinto falta de te ter, e de te pertencer. Sinto falta de desafinar com você nossas músicas preferidas e fazer piadas com a baixa estatura de nós dois. Sinto falta de te pedir pra cantar baixinho até eu dormir. De ouvir sua risada por motivos bobos. Por fazer confissões constrangedoras e ao mesmo tempo me sentir tão confortável por falar pra você, e só pra você. De você. Sinto falta de você. De você, de mim, de nós.

 E, inteiramente sincronizada com Whitney, faço e refaço a velha promessa que fiz baixinho pra você há tanto tempo. "And I will always love you".

Pós-Texto: Pois é, pessoal, repostando esse texto que é beeeeem antiguinho, mas entra no projeto, mesmo que eu tenha, literalmente, demorado anos para perceber.

Postado por: Bárbara Andrade

Posts relacionados

0 comentários