A culpa não é das estrelas

14:45


A Internet dá muitas voltas e, entre uma modinha e outra, a vez agora é da Astrologia. Não consigo nem contar quanto conteúdo relacionado à isso surge na minha timeline todos os dias, nem a quantidade de pessoas que eu conheço com quem eu posso facilmente começar e manter uma boa conversa sobre o assunto. Todo mundo conhece pelo menos um amigo que é aquele "louco dos signos" e sabe comentar seu mapa astral inteiro. É legal, é divertido, mas é preciso lembrar de uma coisa: limites, meu povo. 

Eu mesma adoro essa história de Astrologia, apesar de não acreditar - e de, sinceramente, estar com abuso disso à essa altura -. Sei que há pessoas que levam esse estudo com seriedade e que se sustentam trabalhando na área, e eu respeito essa dedicação. Muita coisa do meu mapa astral coincidentemente se encaixa perfeitamente na minha personalidade, mesmo que eu veja certas características de signos que têm a ver comigo também. Quanto a essa questão, sugiro que vejam o vídeo "Como Funciona a Astrologia" do Nerdologia, no YouTube :) E, é claro, eu adoro fazer piadas com signos. Bullying com Gêmeos é definitivamente a melhor coisa.

Porém, as pessoas estão usando isso como mais um recurso para fugir das próprias responsabilidades. Parece que é difícil demais assumir que somos nós que fazemos nossas próprias escolhas, influenciamos nosso próprio destino e que, sobretudo, somos donos das nossas atitudes e verdades. Isso mesmo que você leu. E saber o tamanho da própria culpa é um grande passo para ser alguém melhor. Não que nós devamos nos responsabilizar por tudo que acontece, o acaso também faz o seu trabalho, mas temos que conhecer nossa parcela de responsabilidade. 

Além disso, faz muito mais sentido que as pessoas sejam fruto de suas experiências do que da aleatoriedade da posição do céu na hora do nascimento. Desculpa a todos que acreditam em Astrologia, mas essa é a minha visão. Tudo me parece muito adaptável, muita coincidência. Há até algumas coisas surpreendentes, como a conhecida de uma amiga minha, que sempre me diziam que era muito parecida comigo, até descobrirmos que temos o mesmo signo e ascendente. Mas não é o suficiente para me convencer. 

A questão é que as pessoas têm exagerado. Já vi gente tentando justificar todo tipo de relacionamento abusivo usando mapa astral (!!!). Violência, grosseria, babaquice, aceitação, papel de trouxa, nada disso pode ser justificado pelo Universo, sinto muito. São coisas que ninguém deve fazer, e que nós mesmos temos que controlar nas nossas vidas. Sim, papel de trouxa também, ok? Sofro desse mal constantemente, mas é culpa minha mesmo, e sei exatamente as razões. Basta pôr em prática as atitudes para evitar. 


Não, apenas não. O namorado era ridículo, isso sim. Merece estar atrás das grades, onde eu espero sinceramente que esteja. Nunca aceitem nenhum tipo de abuso porque o signo da pessoa é x e o seu é y, não existe isso não, gente, todo mundo merece ser respeitado e deve respeitar os outros da mesma forma. Se um caso desses rolar (espero que nunca tão grave quanto o relatado na imagem), tem que denunciar na hora. Aposto que até quem realmente estuda Astrologia deve ficar decepcionado com essas "interpretações" de pessoas (loucas) desqualificadas. Parem de tornar problemático algo que poderia ser uma brincadeira saudável entre as pessoas na Internet. E, por fim, parem de encarar a violência doméstica  - ou qualquer outra - como uma brincadeira.

Postado por: Ana Letícia

Posts relacionados

0 comentários