Top 5: JoutJout

21:17

Era uma vez eu em um momento de solidão. Noite de domingo, semana difícil, praticamente todos os amigos estão distantes e só o que tem passando na TV é Dança dos Famosos. Como lidar? JoutJout.

As meninas já falaram bastante sobre a Jout, eis aqui verdadeiras fãs/admiradoras da quebradora de tabus do youtube, e fazemos questão de tieta-la no blog e na nossa página do facebook.

Bom, o post veio já com título meio que autoexplicativo, mas preciso esclarecer que vou colocar os 5 vídeos com que mais me identifiquei, digamos assim, e não os 5 melhores vídeos do canal, até porque seria bem difícil fazer essa seleção, já que ela é maravilhosa e todos os vídeos são o máximo. Então, lá vamos nós, né.

1 - Afliceta. Esse foi o vídeo que me fez querer fazer esse post. Há anos eu tento explicar o que é, bom, a afliceta. Nunca consegui, achava que era uma coisa que só eu tinha (sim, me sentia um alien), e quando tentava explicar, não saia nada com nada, então desistia. Jout, obrigada por esse vídeo, você mudou tudo na minha existência.< 3



2 - 9 coisas que vocês não sabem sobre nós - eu ri MUITO com esse vídeo, e fiquei com bastante vontade de mandar para uma série de homens que eu conheço.



3 - Calcinha sacana - absolutamente eu. Sério gente, eu sou muito assim, e como disse nos 50 fatos, não gosto de usar vestido/saia, muito disso é por causa do que ela fala aí no vídeo. É difícil gente, afe.



4 - Pensa nisso: cores - AHHHH, esse vídeo dá afliceta. Meu irmão é daltônico, então, por vezes, eu paro pra pensar nisso tudo. E quase enlouqueço. Gente, sério, não dá. Impossível lidar com o nó que dá na minha cabeça, rola uma crise existencial absurda. "Azul só existe porque a gente existe." SOCORRO.



5 - Tá todo mundo mal - eu não vou nem falar nada, hahahahahaha. Qual é a sua crise?



VÍDEO BÔNUS PORQUE MERECE.
6 - Alerta encrenca - "Caio é um santo. Você não é um santo, provavelmente." Claramente super eu, só que sem um Caio. Não mate insetos. Não me peça pra não cantar na rua. E vê se atende na tpm. É... Dá trabalho.



Postado por: Bárbara Andrade



Posts relacionados

0 comentários