Pela última vez: com amor, Luana.

19:54



Querido JP,
sinto muito que as coisas tenham que acontecer dessa maneira. Nós, que sempre deixamos claro não gostar de despedidas, agora acabaremos assim, por um pedaço de papel. Claro, uma opção minha, sei que se você soubesse o conteúdo desse envelope jamais me deixaria sair por aquela porta. 

Quando fui embora a primeira vez, sabia que havia deixado um grande pedaço de mim aí, com você. Em cada pão de queijo no café da manhã, em cada ida à praia, cada preguiça de domingo, cada parágrafo do TTC, cada degustação de fritas com sorvete. Eu estava aonde estava, em corpo, mas sabia que havia ficado. Por isso voltei, para me buscar.

Ah, João... Você não imagina como foi levantar da sua cama de manhã, te olhar dormindo tão sereno, e ir embora. Foi uma boa última visão, sim. Mas saber que foi a última me fez ficar bons minutos parada à porta, te vendo deitado ali, respirando tão devagar, com fios de cabelo pregados na testa e a boca aberta, como uma criança, dormindo com a cara amassada. 

Você não faz ideia do quão cheia de lembranças eu fiquei enquanto andava pela casa. Cada cantinho tinha um pouco da nossa história, e eu espero que isso não torture você nem por um segundo. Por favor, também não me odeie por ir embora. Nem por voltar, e imediatamente depois, partir. Eu precisava me despedir de você, precisava me despedir dessa vida tão doce, desses dias tão felizes, desse lugar tão nosso. Talvez você guarde alguma mágoa por eu não te dar a chance de fazer o mesmo, mas acho que algo em você já sabia que ia acontecer. Se eu te desse essa oportunidade, provavelmente não partiria. 

Talvez você não compreenda nunca minha ida, minha fuga. Mas espero que não seja assim, espero que você tenha me conheça tão bem quanto imagino e entenda sem que eu precise te dizer com todas as letras e detalhes. Não era mais seguro ficar. Você sabe do que estou falando. Eu tentei, realmente tentei, mas não posso. Não foi a Olivia, e de maneira alguma foi algo que você fez. Apenas não posso ficar, apenas não consegui ser essa pessoa. 

Jamais se esqueça, JP, do que te fiz fazer durante nossa jornada juntos: expresse-se, coloque tudo para fora, dance, grite, sorria e chore. Coma, durma, vire noites sem propósito algum. Conheça, brigue, lute, ame, ame muito. Ame o novo, ame mais. Se entrega. Viva, JP, o mundo inteiro está na sua frente, esperando que você vá aproveitá-lo. 

Deixei algumas coisas para você no na Fortaleza Rosa. A chave da casa está nesse envelope, se você tiver interesse no que está lá para você, apenas sinta-se a vontade para ir buscar. Demorará para que troquem a fechadura, e eu já retirei minhas coisas todas de lá. Não invente de ir lá para se encolher num cantinho e chorar de saudades, não foi isso que te ensinei. Vá, viva o que tem para ser vivido, e depois deixe ir. Nossa foto favorita está junto com a chave, no envelope. 

Talvez um dia a vida faça com que nos esbarremos outra vez. Até lá, não fique grudado com nada disso. Me guarde aí, num fundo de gaveta dessas roupas que você só usa no Natal, quando vai visitar sua mãe. Me procure quando precisar por lá, quando precisar de fato. Quando for saudade, quando for manha, me procure apenas dentro de você. Não pendure essa foto, não viva no passado. A vida é sempre o agora, e a partir de agora, eu não estou mais aí. Não se apegue à nenhuma esperança, procure gente nova, deixe espaço para amores eternos que durarão um mês. Viva. O. Agora.

Nunca poderei te agradecer por tudo que você fez por mim. Poder ver a vida desse jeito que você me possibilitou é impagável. Obrigada por me mostrar esse lado tão bonito de tudo, esse lado tão desconhecido de mim. Tenho certeza da sua felicidade, e do quanto você merece ela. Você é a melhor pessoa que eu já conheci. 

É injusto, e muito, eu te dizer aquelas três palavras agora, no momento de partir. Então não direi. Direi: seja muito feliz. 

Com amor, uma última vez,

Luana.

O nome dela era Luana, e foi assim que ela partiu para sempre.

Que venham os novos amores.

Postado por: Bárbara Andrade


Posts relacionados

2 comentários