Materiais para desenho (e dicas de iniciante!)

16:19

essas são lapiseiras técnicas

Material de desenho bom é muito caro. Ponto.

O desenho é a linguagem principal da Arquitetura, por isso, já nos primeiros semestres temos inúmeras disciplinas voltadas para expressão gráfica. Para conceber bons trabalhos, é necessário investir um bom dinheiro em material para desenho, especialmente se quisermos itens duradouros e eficazes durante o curso. Com isso em mente, tive o cuidado de observar o custo-benefício das minhas compras e, principalmente, a qualidade/durabilidade dos materiais, pois eu não pude comprar as melhores marcas, mas escolhi bons produtos. Foram 120 reais gastos nos últimos dias, algo muito doloroso para o bolso, mas ainda consegui economizar bastante e vou explicar como. 

Postado por: Ana Letícia


Minha turma resolveu fazer orçamentos e comprar os materiais em conjunto, para tentar conseguir algum desconto. Por incrível que pareça, entre as lojas de papelaria da cidade, a Kalunga, a loja do shopping, a menos esperada, foi a campeã em preços acessíveis. Comprei quase tudo lá. É interessante fazer esse tipo de pesquisa antes, porque, mesmo que a diferença individual nos valores seja baixa, a diferença grupal é gigante. No entanto, a menos que você prefira parcelar as compras, como eu quis, às vezes é melhor comprar cada produto em um lugar diferente, no caso, onde estiver mais barato. Além disso, não conseguimos nenhum desconto, pois a Kalunga é uma rede grande e não trabalha dessa forma. Mas fica a dica!

 Itens básicos para desenho 


Você não precisa comprar todos os materiais existentes para aprender a desenhar, muito menos os mais caros. Sugiro os intermediários, pelo menos a princípio, e apenas alguns itens. No meu caso, por exigências dos professores, comprei: 
  • 01 borracha branca e macia (isso é bem importante, porque aquelas duras, ou as que soltam muito pó, sujam muito o papel)
  • 03 lapiseiras técnicas (eu preciso porque faço desenhos técnicos) (não comprei da Pentel, a melhor marca e também a mais cara, comprei da Cis mesmo, sua concorrente mais acessível, e estou bem satisfeita, porque ela é muito boa)
  • 02 esquadros (novamente, material técnico) (os ideais não têm graduação de centímetros)
  • Lápis 2H, HB, 2B, 4B, 6B e 6B (três eu já tinha, e outros três comprei em uma caixinha por 8 reais; para um iniciante em desenho, recomendo o 2H para rascunhos, HB para definir melhor os traços e 4B para finalizar)
  • Compasso 
  • Bloco de papel Canson 200 (esse papel é mais grosso do que as folhas que usamos normalmente, mas você não precisa comprar um com gramatura tão alta, essa foi só uma exigência do professor. o velho papel sulfite quebra o galho, mas um sketchbook é melhor. procure comprar de artistas locais, costumam ser mais baratos e bonitos do que nas lojas)
  • Escalímetro 
  • Fita adesiva (serve para fixar o papel na superfície)
  • Nanquim (comprei dois cabos e quatro penas de nanquim por 15 reais no mercado livre, porque meu namorado me convenceu, mas esse não é o comum. normalmente, para iniciantes, recomenda-se caneta nanquim, de 0.5mm, e não a pena. porém, eu resolvi me arriscar porque ele me mostrou os vídeos e me encantei pelo traço - e pelo preço, muito mais barato) 
esses são meus lápis 

 Aprendendo a desenhar 


Como eu ainda sou MUITO iniciante e preciso passar nas disciplinas de desenho esse semestre (rindo de nervouser), eu estou empenhada em aprender o mais depressa possível. Tenho treinado em casa, nas aulas e até na rua, pois, como aquele ditado verdadeiro&cafona diz "a prática leva à perfeição". Além disso, resolvi compartilhar algumas dicas que aprendi nas aulas iniciais, com meu namorado (designer) e leituras avulsas, porque mais pessoas podem estar interessadas em entrar para esse mundo de rabiscos também e eu adoraria ajudá-las. Então vamos lá: 

  1. A limpeza do papel é super importante. Não apoie mãos e braços no desenho, não toque, use uma folha sulfite de suporte caso precise e tome cuidado ao limpar os resquícios da borracha. Tocar no papel também interfere muito na qualidade dele, pois o enche de oleosidade. A superfície é a base do desenho, cuide muito bem dela. 
  2. Veja tudo como formas geométricas. Enxergando as formas, você pode, a partir dela, delimitar suas particularidades. 
  3. H e B nos lápis têm a ver com a facilidade do grafite se desprender da mina e ficar no papel. Os H são mais duros e soltam menos grafite. Os B são o oposto. HB é intermediário, nem deixa traços fortes demais, nem fracos demais. 
  4. Ivan Querino é um desenhista que possui um trabalho ótimo, um canal no YouTube muito educativo e um e-book bem útil para iniciantes. Recomendo. 
  5. Pinterest é um ótimo lugar para pegar ideias e estudo de formas para aprender a construir suas próprias. Pesquise, por exemplo, "body base" se quiser aprender a desenhar corpos. 
  6. A excelência nasce no esforço, e não no talento em si. Aptidões naturais não são nada sem um treino rígido. Desenhe todos os dias. 
Creio que esta seja a base. Pesquisem principalmente pelo e-book do Ivan, me ajudou muitão. Provavelmente vou postar meus avanços no Instagram @vemkarq e, caso alguém se inspire ou siga essas dicas para rabiscar, pode me enviar, pois adorarei ver o seu progresso!

o caderno que eu mesma fiz com colagens e papel contact 

aprendi que usar saquinhos ajuda a organizar e a não sujar o estojo 

existem vários tipos de escalímetro, com várias grandezas, cuidado para não comprar errado 

caderno de desenho


principais itens do meu estojo 

Posts relacionados

2 comentários

  1. Amei! Depois faz um post sobre a sua escolha no material pra nanquim e a diferença pra caneta normal pode!

    ResponderExcluir