Sobre nós


O Caçadora de Galáxias foi criado por mim, Ana, para que eu pudesse compartilhar meus textos com o mundo em algum lugar. Para mim, é o lugar mais aconchegante da internet, então espero que você se sinta confortável aqui também e fique a vontade para voltar sempre que quiser < 3

 fotógrafa

Ana Letícia Dantas. Fevereiro de 1999. Natal. Textos descritivos sempre foram complexos para mim, mas uma árdua trajetória de autoconhecimento trilhada nos últimos anos, com ajuda deste blog, me permitiram saber o suficiente sobre eu mesma para poder compartilhar um pouco com vocês.

Devo iniciar dizendo que eu, Tuane e Babi somos amigas há uns bons anos fantasiados de décadas, ou até encarnações. Tudo começou no ensino fundamental, quando éramos um grupinho de garotas deslocadas que gostavam, entre outras coisas, de livros. Eu, que sempre tive essa mania de criar blogs temporários, trouxe ao mundo um que finalmente duraria e decidi que elas precisavam fazer parte disso. Com o passar do tempo, algumas coisas mudaram, como o nome do blog, e outras permaneceram, como a minha vergonha de permitir que os outros leiam e julguem o que eu escrevo.

Sou feminista, cacheada, nordestina, consumidora de doces profissional, aspirante a podcaster, técnica em edificações, estudante de Arquitetura e Urbanismo, escuto de rock a sertanejo, vejo sempre os mesmos filmes, tento fazer as pazes com o meu próprio cérebro ansioso e desejo um dia escrever tão bem quanto eu procrastino.

Meu conselho predileto vem do livro Terra de Histórias: "Christopher, acho que você deveria terminar o ensino fundamental antes de se preocupar em ser um escritor fracassado." Terminei o fundamental, o ensino médio e cheguei até a faculdade. Qual o próximo passo antes do fracasso?

Veja meus textos: Aqui


Bárbara Andrade. Janeiro de 1999. Aquariana com ascendente em escorpião e lua em áries. Não que eu saiba exatamente o que isso significa. Não tenho muita facilidade (acho que pouquíssimas pessoas têm) em me descrever, mas se você está aqui já é merecedor(a) do meu esforço e, pra ser sincera, um bocado do meu carinho. Além disso, se eu não escrever a Ana me bate. 

Nasci em Brasília e aos 13 anos me mudei para Natal. No meio de milhares de acontecimentos, o pelo qual sou mais grata é a entrada dessas meninas na minha vida. Unidas pela sensação de deslocamento no ensino fundamental e pela paixão pela literatura infanto-juvenil, juntas sobrevivemos a todos os nossos dias ruins e caímos de amores por personagens fictícios. Eu não poderia pedir por melhores parceiras de sonhos, fantasia, devaneios e realidade. 

Desde sempre rascunhava por aí e a proposta de entrar pra equipe do CDG (antigo Balde de Saudade) veio a calhar – tanto por me permitir extravasar uma série de pensamentos e sentimentos, quanto por fortalecer essa amizade que tenho certeza de que levarei pra vida toda. No fim de 2014 me mudei para Curitiba, o que me entristeceu bastante, mas também comprovou a força da minha amizade com Ana e Tuane, além de me levar numa jornada surpreendente de autoconhecimento. 

Sou vestibulanda de medicina, flamenguista, feminista, griffana (lê-se nas entrelinhas: fã de Harry Potter até demais), irmã do meio e nas horas vagas cozinheira amadora. Recém assumi meus cachos discretos e inciei o curso de Técnica em Enfermagem no IFPR. Faço bordado em ponto cruz e não tenho autocontrole quando se trata de séries e filmes. Meu suco favorito é manga. Acompanho a premiação do Oscar todos os anos desde 2015. Às vezes eu sumo um pouquinho, mas meu coração é sempre do CDG. Existe por aqui em algum lugar um “50 fatos sobre mim”, caso você queira saber mais sobre as partes esquisitas. É isso. Seja bem vindx!

Ache meus textos: aqui 


Tuane Peres. Janeiro de 1999. Capricorniana, meio mão de vaca, controladora do meu destino e tudo a minha volta, lógica, impaciente, mãezona, amorosa e cuidadosa. Nunca gostei de escrever sobre mim porque nunca soube quem eu era, mas os anos me ajudaram com isso.

Viciada em fazer piada ruins e fã de séries. Abandono filmes e livros pela metade e fico entediada facilmente, mas nunca deixo ninguém querido na mão. Formada em um técnico em Informática pela internet pela escola que me fez amar a arte, outras mulheres através do feminismo, super heróis, mundo geek e, principalmente, o mundo do marketing e do design, o IFRN. Atualmente estudante de Publicidade & Propaganda na UFRN (bifederal e bi outras coisas também).

Apaixonada pela minha família, abraços calorosos, colo de mãe, meus desenhos (em processo de criação e aperfeiçoamento), por essas meninas desse blog, por canais que me fazem rir de maneira respeitosa e por muitas outras coisas que agora no momento eu não lembro, mas se você entrar no meu Twitter você vai descobrir.

Leia meus textos: aqui